Arquivo para fevereiro, 2013

Lançamento do Livro Marketing da “sustentabilidade” habitacional.

Imagem

 

A Mauad Editora, o INVERDE – Instituto de Pesquisas em Infraestrutura Verde e Ecologia Urbana, a Blooks Livraria a a autora Gisela Santana, convidam para o Lançamento do Livro: Marketing da “sustentabilidade” habitacional. Lançamentos imobiliários e ecologia: em busca do equilíbrio, a se realizar no dia 19 de março de 2013, às 19 h, na Livraria Blooks, praia de Botafogo, 316, Botafogo, Rio de Janeiro.

 

O livro aborda os discursos sedutores, a propaganda que é utilizada pelo mercado imobiliário para anunciar imagens da proximidade com o verde, com locais olímpicos, famílias felizes em horas de diversão e lazer. São táticas e estratégias de marketing que divulgam novos conceitos e produtos habitacionais embasados no imaginário da natureza, no ideário da casa própria, do status e do luxo que fazem da habitação um produto a ser consumido. Discursos que produzem sentido para atingir o consumidor atento à segurança, à sustentabilidade, à qualidade de vida e que buscam distinção e investimento. Crescentes facilidades financeiras e de crédito retroalimentam a publicidade das inovações mercadológicas, estimulam a concorrência, na lógica do lucro econômico em uma oferta que ultrapassa o necessário.

O discurso sedutor contribui para ocupações de áreas naturais, causando danos exagerados à casa-oïkos planetária. Aparentemente, a nova habitação ganha itens ecoeficientes, certificações ecológicas e itens de entretenimento, serviços e lazer que extrapolam as necessidades básicas de abrigo e proteção, para atingir o encantamento e o novo público-alvo: o consumidor de classe média, em expansão com o novo cenário econômico brasileiro e carioca. Privatiza-se o mundo urbano, que é transportado para dentro dos muros. Os conceitos de moradia se diversificam, incluindo spa’s, clubes e comércio, ao mesmo tempo em que destrói a natureza, ameaçada pela ocupação, sob a leniência da legislação. O espaço da habitação ganha inúmeros atributos de distinção, em um processo de comercialização do objeto de desejo, consumo e investimento: a habitação.

O estudo que analisa o impacto do mercado imobiliário no Rio de Janeiro pode ser facilmente identificado em qualquer cidade brasileira. Porém, neste caso, o crescente número de unidades habitacionais lançadas surfa na onda dos mega eventos que vêm transformando radicalmente a cidade sem considerar a sua sustentabilidade urbana.

Anúncios